Castelo Novo (Aldeia Histórica de)

From Wiki
Share/Save/Bookmark
Jump to: navigation, search

Castelo Novo é uma aldeia do concelho do Fundão, integrada nas Aldeias Históricas de Portugal. Situa-se na encosta Leste da Serra da Gardunha a 650 m de altitude. Ao seu castelo, edificado no séc. XII e que sofreu grandes estragos com o terramoto de 1755, foi dado o nome de "novo", já que existia nas imediações um outro que foi abandonado por não possuir boas condições para a defesa do sítio. Assim se explica que a aldeia tenha tomado o nome de Castelo Novo. O castelo é de arquitectura militar, gótica e manuelina e era pólo militar de povoação.Os vestígios arqueológicos conhecidos sugerem uma ocupação humana do território provavelmente desde o Calcolítico, projectando-se num crescendo de testemunhos que se referem às Idades do Bronze e do Ferro e se consolidam na colonização romana. Desta podem ainda encontrar-se troços das suas vias e vestígios de explorações mineiras, para além de múltiplos outros achados. Além da sugestiva natureza dos próprios topónimos "Castelo Velho" e "Castelo dos Mouros", os respectivos lugares, situados a sudoeste e a leste da povoação, são referenciados como possíveis locais de remoto povoamento fortificado. Abandonada, Castelo Novo foi doada aos Templários, mais tarde Ordem de Cristo, para que se fizesse o seu repovoamento e para que fosse assegurada a posse dos domínios reconquistados aos muçulmanos. Em 1290 D. Dinis dá-lhe novo foral tendo mandado novamente repovoar e reconstruir o Castelo. No tempo de D. Dinis esta área foi arborizada com castanheiros, formando belíssimos soitos. Com D. Manuel, que manda reconstruir o Castelo, é-lhe dado Foral Novo a 1 de Junho de 1510. Datam dessa época o Pelourinho e a Casa da Câmara que exibe as armas manuelinas e que tem ainda implantado na sua frontaria um belo chafariz de três bicas, também manuelino. Em 1557, aquando do Numeramento Joanino, Castelo Novo é vila. EM 1667 a assistência a pobres e doentes é feita pela Santa Casa da Misericórdia que é comum a Castelo Novo e Alpedrinha. Na primeira metade do séc. XVIII Castelo Novo sofre novo impulso construtivo, possivelmente com o ouro vindo do brasil, como atestam a sua Igreja Matriz (1732) e o Chafariz da Bica, encimado pelas armas de D. João V.

Fonte: http://www.portugalweb.net